Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de 2014

Como Eu Era Antes de Você (Me Before You)

Meu mundo caiu apos a leitura desse livro. Sabe aquelas histórias que te pegam e que t envolvem de tal maneira que você não consegue largar ou pensar em outra coisa que não seja no enredo? Pois bem, foi exatamente isso que aconteceu comigo quando eu estava lendo Como eu era antes você, o titulo e a capa nunca me chamaram a atenção, mas apos ler uma postagem sobre "5 livros da minha vida" fiquei curiosa sobre a história de Lou e Will e achei absurdamente linda e comovente, vale muito a pena ler, principalmente quando se faz mais de 1 mês que você o leu e ainda se pega com lágrimas nos olhos ao pensar n final.

SINOPSE: Aos 26 anos, Louisa Clark não tem muitas ambições. Ela mora com os pais, a irmã mãe solteira, o sobrinho pequeno e um avô que precisa de cuidados constantes desde que sofreu um derrame. Além disso, trabalha como garçonete num café, um emprego que ela adora e que, apesar de não pagar muito, ajuda nas despesas. E namora Patrick, um triatleta que não parece interes…

1. Abandono (Abandon)

Saudades Meg, sua linda!! Tenho muito prazer em ler os livros dessa autora que com certeza é uma das minhas favoritas. Faz um tempinho que não leio nada dela mas voltei com tudo nessa nova trilogia Abandono, que sem surpresa alguma me conquistou e me manteve fiel do começo ao fim, não me dando pausas gigantes nas leituras (como vinha acontecendo ultimamente). Juntou Meg Cabot + personagens masculinos perfeitos + Mitologia Grega = Sucesso Total.  A história de Pierce Olivieira já é interessante por si só ao enfocar no EQM (Experiência de Quase Morte) que é um dos assuntos que eu acho de mais interessantes de se abordar, e todo o enfoque místico da uma pitada encantadora sobre a obra. Tudo o que eu amo em um único exemplar que superou minhas expectativas apesar de ser destinado ao público juvenil. Para Meg só me restam elogios e mais elogios, não tem erro. 


Sinopse: Pierce tem dezessete anos de idade e sabe o que acontece quando morremos. É assim que ela conheceu John Hayden, o misterios…

Quem é você, Alasca? (Looking for Alaska)

Ainda não sei se gostei ou não de Quem é você, Alasca?.
Tenho opiniões controversas sobre a trama, só fui me empolgar com ele lá pela metade com aquele acontecimento totalmente inesperado, mas aí fui perdendo o ritmo até conclui-lo arrastadamente. John Green sempre acerta nos diálogos e nos seus personagens nerds (que amo). Mas eles já estão ficando muito caricatos na minha humilde opinião. A personagem Alasca é foi uma grande surpresa, a impulsividade dela realmente conquista até os mais críticos. A riqueza de fatos contidos no livro são bastante interessantes, eu particularmente adorei as aulas de religião do Gordo. Esse livro passa bem longe dos meus favoritos a Culpa é das Estrelas e de Cidades de Papel mas apesar dos pesares é uma leitura agradável.
SINOPSE: Miles Halter é um adolescente fissurado por célebres últimas palavras que, cansado de sua vidinha pacata e sem graça em casa, vai estudar num colégio interno à procura daquilo que o poeta François Rabelais, quando estava à be…

Bridget Jones - Louca Pelo Garoto (Mad About the Boy)

Com o terceiro e ultimo (assim espero) livro da Bridget, mergulhamos mais uma vez em suas paranoias e inseguranças. O que amo nessa personagem é justamente isso, pois você sempre vai se identificar com ela em algum ponto da história, tenha você 25, 35, 40 ou até mesmo os famosos e tão mencionados 51 anos da personagem nesse novo volume. As loucuras dela chega a ser tão envolventes e engraçadas que antes mesmo da metade do livro você deixa de se lamentar pela morte do Mark. E por falar em Mark, sinceramente só abri o livro para ler por que aprendo e rio muito com a Jones, pois só de ter o aviso prévio da viuvez dela me enchi de repulsa, como pode a Helen matar o príncipe do Sr. Darcy? e mais, toda a trama envolvendo o garoto é legal e engraçada mas que final foi aquele? se era para colocar as essências dos personagens anteriores (Roxter/Cleaver-Sr. Wallaker/Mark) para que a palhaçada de matar o coitado do marido da Bridget? Achei que o final do livro deixou muito a desejar, pois o ach…

Livro 3: Convergente (Allegiant)

Não sei qual foi o problema que tive com o desfecho da trilogia da Sra Roth, mas não consegui me conectar com a história de nenhuma maneira.  Lembro da minha empolgação após ler Insurgente e que a mesma continuou nas primeiras páginas de Convergente até que a coisa degringolou a cada palavra lida, para mim esse enredo foi muito fraco e não posso culpar o final por isso, pois acho que foi a melhor coisa que ela poderia ter feito ao eliminar certo personagem mas simplesmente o livro não funcionou para mim, eu esperava bem mais, o livro não é de todo ruim ele consegue costurar as pontas soltas deixadas nos primeiros, mas para a pessoa que vos escreve foi uma decepção total, talvez eu o leia novamente em um futuro não tão próximo para ver se tento restabelecer a conexão perdida. 

Sinopse: A sociedade baseada em facções, na qual Tris Prior acreditara um dia, desmoronou – destruída pela violência e por disputas de poder, marcada pela perda e pela traição. No poderoso desfecho da trilogia Div…

Por Isso a Gente Acabou (Why We Broke Up)

Manual para todo começo de relacionamento! isso mesmo para o começo, onde todos nós mudamos querendo se agarrar desesperadamente a uma personalidade compatível com a da pessoa amada, deixando de lado amigos e a própria rotina, e que afinal de contas nos transforma em seres extremamente patéticos e irracionais que só se dão conta das burradas que faz ao final da história.
Por isso a gente acabou é um livro bem leve e encantador que narra o começo meio e fim do relacionamento de Min e Ed, com ilustrações absurdamente fantásticas.

Sinopse: Por isso a gente acabou trata, com a comicidade típica do autor, de uma situação difícil pela qual todos um dia irão passar: o fim de uma relação amorosa e toda a angústia, tristeza e incerteza que essa vivência pode gerar. Min Green e Ed Slarteron estudam na mesma escola e, depois de apenas algumas semanas de convívio intenso e apaixonado, acabam o namoro. Depois de sofrer muito, Min resolve, como marco da ruptura definitiva, entregar ao garoto uma ca…

Livro 2: Insurgente (Insurgent)

Muito boa continuação Sra. Roth! Quer dizer, achei um pouco confuso e arrastado de inicio mas só pelo final, vale a pena. Graças aos acontecimentos do primeiro livro, a nossa querida personagem principal se mostra uma tanto quanto perturbada e instável (quem pode julga-la?). Muitas surpresas com personagens odiáveis (alguns descartáveis) e muitas reviravoltas.
Apesar da minha lentidão para acompanhar os fatos, achei o segundo volume da trilogia distópica realmente bom, não consegui passar mais de duas horas sem ele nas mãos. Agora é esperar pela conclusão da obra e descobrir o que virá depois da revelação feita ao final de Insurgente.

Sinopse: Na Chicago futurista criada por Veronica Roth em Divergente, as facções estão desmoronando. E Beatrice Prior tem que arcar com as consequências de suas escolhas. Em Insurgente, a jovem Tris tenta salvar aqueles que ama - e a própria vida – enquanto lida com questões como mágoa e perdão, identidade e lealdade, política e amor.

Livro 1: Divergente (Divergent)

O novo Jogos Vorazes!
e foi assim que essa trilogia foi apresentada a mim, sendo esse o maior motivo para eu adiar tanto essa leitura, não costumo gostar de imitações e essa infeliz frase quase me fez não querer nem chegar perto de nada que tivesse a ver com a trilogia de Veronica Roth. Mas me rendi e dei uma espiada (após abandonar a primeira tentativa de leitura) e até a metade do livro, a história conseguiu ser exatamente aquilo que eu esperava, CHATO!! não me conquistou nem um pouco, mas com uma certa insistência consegui me agradar com a história de um modo que eu nem percebi,  mudei todos os meus pré-conceitos que eu tinha com a trama e passei a gostar dela e muito. A personagem Tris conseguiu ganhar pontos comigo graças a sua divergência. Com muita ação e pancadaria Divergente esta ganhando um espacinho na minha lista de favoritos. Continuações, aqui vou eu o/

Sinopse: Numa Chicago futurista, a sociedade se divide em cinco facções – Abnegação, Amizade, Audácia, Franqueza e Erud…

Garota Exemplar (Gone Girl)

Nada como começar o ano com livros realmente bons, aqueles que você não consegue se desligar da história mesmo quando acaba de ler, aqueles livros que você fica lembrando e relembrando de algumas falas aqui, umas situações ali e imaginando como todo o rumo poderia ser diferente se tal personagem resolvesse tomar uma atitude diferente daquela que esta escrita. Isso é o que acontece quando você lê Garota Exemplar, onde sua opinião sobre os personagens muda a todo paragrafo, a história de Nick e Amy Dunne realmente faz com que você prenda a respiração a cada trecho, algumas partes se tornam confusas e as primeiras páginas são um tanto quanto monótonas, mas o livro surpreende e vale muito a pena ser lido . Eu achei a personagem Amy Elliot realmente genial, acho que por eu me identificar com uma mente calculista, algumas de suas façanhas se tornaram previsíveis para mim, mas mesmo assim não alterou minha fantástica opinião sobre ela, e pela criadora do enredo a Gillian Flynn. 
Sinopse: Uma …

Os Legados de Lorien 4: A Queda dos Cinco (The Fall of Five)

Quase um ano depois, dei prosseguimento aos Legados de Lorien, voltei para a história desses Lorienos que tanto me encantam. O se pode falar de uma saga tão repleta de tudo que mais me agradam? ação, suspense, humor e romance. Tudo isso na medida exata, sem se tornar cansativo. A queda dos cinco nos mostra mais um personagem Lorieno (um tanto quanto diferente dos já apresentados) que vai ajudar nessa terrível guerra que está para acontecer contra o temido Setrákus Ra (...ou não). O ancião Pittacus Lore nos relata da melhor forma possível, todos os problemas enfrentados pelo seus pupilos (digamos assim) para vencer os Mogadorianos (raça cruel). Novas informações são reveladas, e o desfecho é extremamente eletrizante, mal posso esperar para ler o volume seguinte. Porque tanta demora para lançarem logo todos os livros? :S 

Sinopse: John Smith, o Número Quatro, achou que tudo seria diferente quando os lorienos se juntassem. Eles parariam de fugir. Lutariam contra os mogadorianos. E venceri…

As Crônicas de Nárnia (The Chronicles of Narnia )

Alguns anos atras, quando eu assisti O leão, A feiticeira e O guarda-roupa eu não tinha noção da imensidão do universo Nárnia, resolvi comprar o volume único e o passar da leitura me mostrou algo que eu nem poderia imaginar, o real significado desse mesmo universo e toda sua amplitude. As aventuras de Nárnia são descritas de forma tão doce e direta que ao terminar de lê-lo eu fiquei com o pensamento de que "eu gostaria de ter lido esse livro na infância", pois ele é muito fantástico e recheado com seus personagens inesquecíveis. 

Sinopse: Viagens ao fim do mundo, criaturas fantásticas e batalhas épicas entre o bem e o mal - o que mais um leitor poderia querer de um livro? O livro que tem tudo isso é O leão, a feiticeira e o guarda-roupa, escrito em 1949 por Clive Staples Lewis. Mas Lewis não parou por aí, seis outros livros vieram depois e, juntos, ficaram conhecidos como As crônicas de Nárnia.
Nos últimos cinquenta anos, As crônicas de Nárnia transcenderam o gênero da fanta…