Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de 2016

Preces e mentiras (Prayers and lies)

Nunca tinha lido nada ou ouvido falar de Sherri Wood Emmons, mas ao receber de presente de uma muito estimada amiga o livro Preces e Mentiras passei a conhecer. Primeiramente a capa do livro é uma graça e nem de longe da pistas para que o que esta impresso em suas páginas.
No enredo conhecemos Bethany e sua família que costumam passar as férias de Verão em um rio, onde reside parte de seus parentes. Lá conhecemos Reana Mae, prima de Bethany que aparentemente se mostra uma criança estranha, criada em um lar peculiar. A história sempre se entrelaça entre as duas e em como o tempo vai passando e as duas garotas vão crescendo e florescendo cada dia mais a diferença entre elas. A partes realmente impressionantes e surpreendente nessa narrativa, a história das famílias sempre nos revela algo apreensivo e muitas vezes chocante.

SINOPSE: Quando Bethany, de 7 anos, conhece sua prima de 6 anos, Reana Mae, é o começo de uma relação desajeitada que salva ambas de uma solidão profunda. Todo verão,…

Fiquei com seu número (I've got your number)

De tanto ouvir falar, não tive como não ler mais esse livro da Sophie Kinsella. E ao contrário de algumas opiniões, confesso que gostei mais desse do que O segredo de Emma Corrigan. Achei esse mai completo e com uma história mais bem feita e entrelaçada, esse apesar de todo surrealismo envolvido me convenceu mais que o anterior lido.
Começamos com a protagonista Poppy Wyatt completamente desesperada com a perda do seu anel de noivado e então começa uma busca desenfreada que rende a ela um assalto. Pois enquanto ela está no telefone tentando saber com que o anel poderia ter ficado ela acaba sendo assaltada e em meio ao desespero ela encontra um celular novo em folha abandonado em uma lixeira, mas o celular tem dono, o empresário Sam Roxter que exige que ela devolva o o celular da empresa que que foi jogado pela sua até então assistente e Poppy se nega terminantemente pois ela já havia passado o contato daquele numero a todas a pessoas que poderia levar ela a achar o anel. A partir daí a v…

O segredo de Emma Corrigan (Can you keep a secret?)

Depois de muito ouvir falar, finalmente li um livro da célebre Shopie Kinsella. Graças a oportunidade que a minha querida universidade me proporcionou ao me presentear com a doação de Can you keep a secret?.
O que já me chamou atenção foi a capa, toda cor-de-rosa, tem como ser mais lindo?
Partindo para história temos como protagonista Emma Corrigan que é uma londrina comum que almeja uma promoção na carreira e que como todos nós pobre mortais tem lá seus segredos. O que ela não esperava é que ao ter uma turbulenta viagem de avião o medo da morte nem tão iminente faria com que ela revelasse TODOS os seus segredos a um completo estranho que esta sentado ao seu lado. e para piorar em um dia qualquer na empresa para qual trabalha esse nem tão estranho apareceria para expô-la de uma forma estranhamente cômica.
O livro cumpre bem o que ele propõe um check-lit divertido. Me peguei rindo rindo muito em algumas de suas passagens. Emma consegue ser uma personagem muito divertida e espontânea de mo…

Garota, Interrompida (Girl, interrupted)

Acho que li o meu primeiro livro biográfico, e é com grande satisfação que me pego gostando do gênero. Sempre me deparei com o filme originado desse livro, mas nunca tive curiosidade de saber sobre seu enredo até essa semana e foi com imensa surpresa que me vi fascinada pela história de Susanna Kayssen. O livro retrata o período de dois anos em que a própria Susanna esteve internada no hospital psiquiátrico, no decorrer da narrativa somos apresentados as companheiras de reclusão de Susanna. Todas elas possuem obviamente problemas psicológicos como esquizofrenia, sociopatia, depressão e coisas do gênero. No livro nos somos levados a entender um pouco mais sobre esses problemas principalmente como funciona a mente de quem tem transtorno de personalidade limítrofe que é o diagnostico da nossa protagonista. Também somos informados sobre sua rotina, sua dificuldade de se encaixar em um mundo adulto. 
SINOPSE: Quando a realidade torna-se brutal demais para uma garota de 18 anos, ela é hospi…

Lolita (Lolita)

Não sei o que descrever, só sentir!! Sentimentos conflitantes me acompanharam ao decorrer da narrativa de Vladimir Nabokov e seu polêmico Lolita. Lembro que a muito tempo atras entre o tédio e as zapiadas corriqueiras na tv, peguei o inicio do filme Lolita a passar no antigo inter-cine na madrugada da rede globo e ficar chocada com o relacionamento entre um homem de meia-idade(aparentemente, assistindo hoje, não acho Jeremy Irons tão velhos assim) e uma criança, não tive condições de assistir ao final do filme (devido a hora) mas sua história permaneceu em mim até hoje e lembro com muita nitidez das cenas que vi. Anos mais tarde tive acesso ao tão aclamado livro e posso falar que a leitura é um pouco fadigante, surpreendente e confusa, para conclui-la foi preciso concentração total a trama. Não achei um livro fácil de compreender (ainda não tenho certeza se consegui capitar alguns trechos) quando eu achava que estava indo no rumo certo e absorvendo tudo, o senhor Nabokovi ia lá e me …

A garota no trem (The girl on the train)

Mas que belo achado de 2016 foi essa obra de Paula Hawkins.
Uma leitura completamente contagiante e viciante. O suspense relatado em A Garota No Trem consegue prender o leitor do começo ao fim, e essa carateristica é crucial para um livro ser bom, O que me chamou atenção no livro não foi a sinopse, nem a comparação com o ÓTIMO Garota Exemplar, mas sim, o modo de escrita. Com pouquíssimos diálogos, o que me fez achar a história completamente fascinante. A narração feita por três personagens principais também contribui para uma leitura continua e interessante. O desfecho é sensacional e se mostrou surpreendente. Odeio/amo nunca conseguir desvendar esses finais.
SINOPSE: Um dos maiores fenômenos editoriais dos últimos tempos, o thriller psicológico The Girl on the train, de Paula Hawkins, surpreendeu até mesmo seus editores e a própria autora, nascida e criada no Zimbábue, que vive em Londres desde os 17 anos: em menos de um mês, o livro – que vem sendo comparado pela crítica a uma mistur…

O pequeno príncipe (Le petit prince)

A historinha infantil mais adulta de todos os tempos.
Finalmente tive  oportunidade de ler a obra mais célebre de Antoine Saint-Exupéry, livro esse que nos passa altas lições e nos faz pensar sobre o verdadeiro significado das coisas.

SINOPSE: Um piloto cai com seu avião no deserto e ali encontra uma criança loura e frágil. Ela diz ter vindo de um pequeno planeta distante. E ali, na convivência com o piloto perdido, os dois repensam os seus valores e encontram o sentido da vida.

Depois de você (After you)

A surpresa do ano, foi anuncio da continuação de Como eu era antes de você da Jojo Moyes.
Na época achei totalmente desnecessário uma sequencia de um história tão épica, para que? a Jojo vai estragar tudo. E até o inicio da leitura de Depois de você, eu ainda tinha esse mesmo pensamento, mas no decorrer do livro, bem aos poucos você vai superando a fim trágico do seu antecessor, é na mesma velocidade que Lou vai se desprendendo da antiga vida o leitor também começa a torcer para que tudo se encaminhe bem e reconhecer que não é preciso apenas viver. Não acho que esse novo livro seria digno de um filme mas ainda assim serve como um meio de seguir em frente depois do luto de Como eu era antes de você.

SINOPSE: Com mais de 5 milhões de exemplares vendidos em todo o mundo, Como eu era antes de você conta a história do relacionamento entre Will Traynor e Louisa Clark, cujo fim trágico deixou de coração apertado os milhares de fãs da autora Jojo Moyes.
Em Depois de você, Lou ainda não supero…

4. Tamanho 42 e pronta para arrasar (Syze 12 ready to rock)

Incrível como eu tento, tento, acho que consigo mas no final percebo que não tenho a capacidade de gostar dessa série Os mistérios de Heather Wells.
A série possui tudo aquilo que as obras da Meg Cabot me atraem, bons personagens, uma linguagem bacana, piadas e referências a cultura pop mas por algum motivo desconhecido, a série não flui. O primeiro livro foi legalzinho, o segundo demorei anos para concluir entre retomadas e abandonos, o terceiro conseguiu me prender mas esse quarto, foi como sal em uma ferida recente, bastante desagradável. Continuo amando a Meg mas vou dar um tempinho antes de tentar o concluir o quinto e (espero) ultimo livro.
SINOPSE: Neste quarto volume da série de Heather Wells, a protagonista vai precisar resolver mais um dos mistérios que parecem a perseguir. Tania Trace, a mais nova celebridade teen, está noiva do ex-namorado de Heather, Jordan Cartwright, e os dois ganham um reality show só para eles. O problema é que Tania resolveu gravar o programa em um do…

3. Tamanho não importa (Size doesn't matter)

Chegamos ao terceiro volume da série policial Os mistérios de Heather Wells. Definitivamente esse livro é melhor que os anteriores (que continue assim com os volumes restantes) nesse vemos Heather dando uma guinada na sua vida amorosa e finalmente abrindo os olhos e os sentimentos do seu amado senhorio Cooper o que deixa tudo mais interessante. Aqui, a investigação da morte do diretor substituto do Condomínio Estudantil faz revesamento com as neuras da Heather com seu namorado Tad, que desse modo oferece uma leveza maior a leitura já que não se resume somente a investigação do assassinato, vemos novos personagens e novas revelações. Cooper está com mais participação (finalmente, não aguentava mais as idas e vindas sorrateiras e curtas) e o final é o mais clichê de todos, mesmo assim, desejei ir para dentro da história do livro, só para poder participar desse esplendoroso/brega final. Correndo para ler o 4 volume.

SINOPSE: A ex estrela do pop Heather Wells não tem do que reclamar: seu …

2. Tamanho 44 não é gorda (Size 14 is Not Fat Either)

Tenho uma relação de amor e ódio com essa série. Li o primeiro volume (Tamanho 42 não é gorda) a muitos anos atras, nem chego a lembrar quantos, acho que uns 4 ou 5 enfim... Como uma fã inveterada da Meg Cabot eu não poderia deixar de dar uma segunda, terceira, quarta ou quinta chance a uma obra dela, afinal é MEG CABOT, então resolvi pela 3ª ou 4ª vez retomar o segundo volume da série os mistérios de Heather Wells e consegui conclui-lo. Até as ultimas páginas eu ainda não conseguia me conectar com a história, mas depois de muita luta eu consegui me encantar pelos personagens e até me surpreender com a trama. Não acho que seja a melhor série da autora mas darei continuidade aos volumes restantes.

SINOPSE: A ex-estrela pop Heather Wells está de volta, e como de costume vai se envolver em uma perigosa investigação. Ela é inspetora de um dormitório feminino da universidade de Nova York, e está acostumada com festas e brincadeiras estranhas das estudantes. Quando jovens começam a aparecer…

A Batalha do Apocalipse

Primeira literatura brasileira lida na vida! É com nenhuma vergonha que admito que tenho muito, mas muito preconceito com esse segmento. Porém Eduardo Spohr veio para me fazer reaver conceitos e quebrar paradigmas com seu belo trabalho retratando figuras bíblicas e cenários fabulosos. Demorei um pouco para me acostumar com o livro e esperei um longo período entre uma página e outra, mas quando reuni coragem suficiente para adentrar por inteiro a história simplesmente me apaixonei pela história e pelo anjo renegado Ablon. A história as vezes consegue se muito previsível mas o final me fez uma verdadeira surpresa e amei essa história ainda mais. 
SINOPSE: Há muitos e muitos anos, há tantos anos quanto o número de estrelas no céu, o Paraíso Celeste foi palco de um terrível levante. Um grupo de anjos guerreiros, amantes da justiça e da liberdade, desafiou a tirania dos poderosos arcanjos, levantando armas contra seus opressores. Expulsos, os renegados foram forçados ao exílio, e condenados …