Pular para o conteúdo principal

2. Cair das trevas (Darkness falls)

O segundo volume da trilogia Amada imortal. Esse livro consegue manter bem o ritmo de seu antecessor, com pitadas de humor, história, romance e ação (não tanta) na dose certa. Nesse volume vemos uma Nastasya um pouco mas não muito adaptada a sua nova vida em River's Edge. Vemos nela a mesma mistura de impaciência, rebeldia e insegurança perante os novos conhecimentos obtidos pela sua magick. Há espaço também para muito sentimentos conflitantes perante a ao deus viking Reyn, do qual conquista a todas as leitoras. Aqui nos descobrimos mais sobre o passado de Nas e seus amigos imortais, incluindo o volúvel Incy, que volta para "salvar" Nas da vida natureba da qual ela se encontra. O final é nada menos que previsível um ponto fraco para Cate Tiernan que notei ao ler os três volumes.

SINOPSE: Segundo livro de bem-sucedida trilogia, mistura fantasia sobre imortais a uma história moderna de jovem em busca de si mesma e de redenção. Questões de identidade e moralidade aparecem na trama, protagonizada pela imortal Nastasya.

No último outono ela buscou refúgio em River’s Edge, uma espécie de retiro espiritual onde ela e outros imortais tentam estabelecer a paz com seu passado tortuoso. Porém, em vez disso, tudo o que Nastasya descobriu — além de que detesta acordar cedo numa cama dura para catar ovos de galinhas furiosas — é que ela não está segura em lugar nenhum. Nem mesmo ao lado do cara/viking/deus grego mais gato do mundo, Ryen, que ela ainda não descobriu se é sua ruína ou sua última chance de ter um amor.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Os contos de Beedle, o bardo (The tales of the Beedle, the bard)

Querida JK Rowling parafraseado Hazel Grace, "Eu leria até a sua lista de compras". O que mais me impressiona nas escritas de JK é a quantidade de detalhes impostas e criadas por ela, um mundo dentro do outro e entrelaçar personagens tão queridos com outros fa a nostalgia gritar! Os contos de Beedle serve como os contos de fadas do mundo bruxo e traz histórias extremamente fofas e com a moral que não seriam tão bem explicadas se não fosse ele fazendo anotações preciosas, o próprio Alvo Dumbledore. Que emoção foi essa de ler essa maravilha? Aqui nos temos 5 histórias, cheias de significados e e com lições valiosíssimas, sobre escolhas, consequências e moral. O bruxo e o caldeirão saltitante A fonte da sorte O coração peludo do mago Babbity, a coelha e seu toco gargalhante O conto dos três irmãos (o mais famoso de todos por estar presente no sétimo livro Harry Potter e as relíquias da morte).  
SINOPSE: Os contos foram traduzidos das runas originais pela personagem Hermione, a partir …

Série: Diários Do Vampiro (The Vampire Diaries)

Bom, tomei iniciativa de ler a saga que deu origem a tão famosa série americana graças ao presente de aniversário que ganhei de uma amiga, os dois primeiros livros O Despertar e O Confronto, e só para variar um pouquinho me tornei tão obcecada com os livros quanto sou pela série televisiva, apesar das inumeras diferenças entre ambos (coisa que me levou a ler a serie tão tardiamente) mais enfim. A história de base é a mesma, dois vampiros altamente charmosos que se apaixona pela mimada mortal Elena Gilbert, que vive nesse dilema insano entre os sentimentos que nutre pelos irmãos Stefan e Damon Salvatore. Tudo estava bem para mim até o 4º livro que apesar de suas insanidades ainda me levou a  correr como uma louca a procura das continuações, justamente por estar loucamente apaixonada pelo personagem do Damon (suspira *-*), Mas o que acontece a partir do 5º livro? alguém me explica? eu pessoalmente achei que há muitos erros de continuidade parece que a autora força a escrita e acaba inc…

Os Príncipes Encantados de Libby Manson

Achei esse livro bem "mulherzinha", o que foi ótimo para dar uma mudada de gênero comparada aos últimos títulos que li, amei essa história por achar tão parecida com a escrita da minha aclamada Meg Cabot (saudades de ler os livros dela *-*). Em Libby Manson vemos uma mulher de 27 anos, chegando ao desespero para conseguir um estereotipo de homem ideal, e fazendo de tudo para que uma relação dê certo, incluindo mudar de personalidade a cada homem diferente que conhece (impossível não se identificar com alguma situações). Gostei bastante da história e ri horrores, mas achei o livro arrastado demais, e o meu personagem (e de muitas, Nick) mal apareceu no enren do o que foi uma grande baixa para mim. Mas vale a pena ler, só pelas tiradas excelentes existentes no livro.

Trecho do livro: Não consigo entender por que me apaixono pelos errados. Jules também não. Conheço esses homens, me apaixono perdidamente, fico amiga deles na esperança equivocada de que um dia vejam o seu erro e c…